terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Pensamentos . . . part 3

            As vezes me pego pensando em como nossa amizade chegou ao fim, em como pude deixar você ir embora, me questionando se eu lutei o suficiente por você. As vezes penso que isso só pode ser um sonho ou coisa do tipo, mas me lembro que você não está aqui comigo, que eu e você não nos falamos mais. Queria que essa sensação fosse embora, talvez essa fraqueza e essa tristeza fossem embora para sempre, mas acabo me lembrando que quando eu estou com você eu me sinto fraca, perco a  noção do que estou fazendo e as vezes até me sinto desconfortável de estar ao seu lado.

         As vezes sinto medo de te perder pra sempre, mas ai me lembro que você já se foi faz muito tempo, não queria ter perdido tempo sendo egoísta, fria e orgulhosa, tentando dar o troco com o que você fez comigo naquele ano, mas infelizmente fui cega e me deixei levar pela cegueira do orgulho. 
          Talvez a gente se encontre algum dia, talvez  a gente se encontre quando nós menos esperamos e ai talvez sim, seja tarde demais!  Mas fico imaginando aqueles verões em que eu e você passamos juntos, cavalgamos e esquecemos do tempo e que ele corre, esquecemos que nossas vidas são diferentes e que eu não me dou muito bem com os seus amigos. Queria esquecer quando brigamos e ficamos brigados um com o outro, mas gosto de lembrar que depois dessa briga, já estávamos juntos rindo das bobagens que jogamos um na cara do outro.
        Mas a vida é injusta mesmo e com ela, vem o aprendizado que, o arrependimento é um sentimento para poucos e que poucos se arrependem de verdade. Eu tenho o privilégio de dizer que sou uma delas, mas agora não tem mais jeito, já sai da sua vida e agora viverei com a lembrança de que você, era  e é, aquele que sempre amei.

 Cruella <3

domingo, 7 de dezembro de 2014

Fim de um longo e contubador ciclo...

   Em fim acabou o meu último ano da escola, agora estou me preparando para a faculdade, mas o que é mais engraçado é que eu estou me divertindo muito esses últimos dias, tudo o que eu faço vem dando certo ( graças à Deus) e parece que vivo uma aventura a cada dia. Espero que seja assim por bastante tempo, pois de tudo o que vivi e de tudo o que vi, agora mais do que nunca estou disposta de fazer o que eu sempre quis fazer, descobri que minha mãe me apóia em tudo e que sempre terei ela do meu lado.

    Eu queria que todos soubessem o quanto estou feliz e que agora nada e nem ninguém vai me parar! Espero que na vida de todos que andaram comigo seja assim também. Agora poderei viajar o mundo de verdade.


Cruella <3